31/08/2012

Capa e primeiro capítulo do livro “Guia de Sobrevivência – As Crônicas dos Kane” de Rick Riordan

Novidades do escritor norte-americano Rick Riordan , a editora Intrínseca anunciou a capa do Guia de Sobrevivência da série As Crônicas dos Kane, que segue os mesmos moldes do guia para a série Percy Jackson.

No guia será encontrado informações sobre o Egito antigo, os deuses egípcios, além de lugares e pessoas encontrados nos livros da série. A previsão é que o livro seja lançado no dia 18 de outubro , como forma de aquecimento para o lançamento do último volume a série, A Sombra da Serpente, também para outubro.


Um guia repleto de tudo o que os fãs de As crônicas dos Kane queriam saber, mas não tinham a quem perguntar. Nessa bela edição em capa dura, eles vão poder conhecer melhor as personagens da série, os deuses, as criaturas mitológicas e todos os lugares mundo afora que Rick Riordan menciona nas aventuras de Carter e Sadie.

Colorido, com fotos e ilustrações, o Guia de sobrevivência mostra ainda como decifrar mensagens secretas, ler corretamente os hieróglifos e recitar encantamentos ancestrais — ferramentas fundamentais para qualquer mago moderno.

São informações e extras suficientes para saciar tanto os mais ávidos leitores da série quanto os pequenos egiptólogos mais exigentes.

Leia o primeiro capítulo aqui

Fonte: Sobre Livros

Nicholas Sparks no Brasil em 2013

Nicholas Sparks anunciou em seu twitter que virá ao Brasil em 2013. O anúncio foi feito através de tentativas engraçadas de escrever em português. Confira abaixo:

"Quero vist Brasil e Portugal! São países bonitas!
Vou vist Brasil em 2013! Em turnê. Eu não sei quais as cidades que vai visitar, mas estou animado!

Eu não falo bem o português. Eu sei. Mas estou tentando!"

Não é a primeira vez que o autor vem ao Brasil, a última vez foi em 2010, onde ele passou por várias cidades do país (inclusive em Ribeirão Preto, cidade vizinha a minha onde se localiza a editora Novo Conceito). Só não o conheci, porque na época não era lá nenhum grande fã e não tinha nenhum livro para autografar, mas desta vez com certeza vou.
 
Sparks é autor de vários livros famosos publicados aqui pela Novo Conceito e a Arqueiro. Alguns de seus títulos mais famosos são: Um Amor para Recordar, Diário de uma Paixão, Querido John e Um Homem de Sorte.

Eu Sei O Que Você Está Pensando - John Verdon

Eu Sei O Que Você Está Pensando
John Verdon
Editora Arqueiro
340 páginas

Quando recebe uma carta desafiando-o a pensar em um número de um a mil e orientando-o a abrir um envelope que contém o número que ele escolheu, Mark Mellery fica apavorado. Como alguém poderia saber em que número ele pensaria? Quem seria o remetente misterioso que o conhecia tão profundamente?

Intrigado com o enigma e preocupado com o tom de ameaça da correspondência que passa a receber nas semanas seguintes, Mark decide recorrer a um amigo que não vê há anos, o famoso detetive de homicídios do Departamento de Polícia de Nova York David Gurney.

Depois de uma carreira de sucesso, em que desvendou importantes casos de assassinatos em série, David se aposentou e acaba de se mudar com a esposa para o interior do estado, na tentativa de salvar seu casamento e construir uma vida nova. Mas, com a curiosidade atiçada pelo mistério apresentado pelo amigo, o detetive se vê novamente às voltas com seu maior vício: a investigação.

Quando a situação foge ao controle, dando origem a uma onda de assassinatos brutais, David é contratado como consultor da promotoria. Com sua lógica perfeita e sua clareza cristalina, ele descarta uma hipótese após outra – hipnose, percepção extrassensorial – e faz deduções que deixam a polícia local espantada.

Mesmo assim, o detetive parece longe de vencer seu opositor, um criminoso sofisticado e doentio, que se comunica por meio de poemas e que, até onde se sabe, é capaz de ler a mente de suas vítimas.

Enquanto busca decifrar o enigma e estabelecer um padrão que possa ajudá-lo a deter o assassino, David tem que enfrentar seus próprios fantasmas, se reconciliar com o passado e se preparar para ficar cara a cara com seu adversário.

Na minha onda de suspense e mistérios, Eu Sei O Que Você Está Pensando chegou em uma boa hora. Assim como todos os livros do gênero policial, este é impossível de largar antes do final e a forma como o autor constrói os acontecimentos é simplesmente de tirar o fôlego.

Eu realmente fiquei com medo de me decepcionar, como decepcionei com alguns outros livros deste gênero, já que as coisas aconteceram tudo no começo e eu fiquei com medo que a continuação fosse apenas enrolação, mas tudo ocorreu tão perfeitamente bem e o enredo ficou tão bom, que foi impossível não se apaixonar mais ainda por este gênero.
Nunca me senti tão próximo de um livro como me senti deste, a leitura não acontecia apenas por acontecer, eu realmente me sentia do lado de David tentando solucionar todos os problemas, e a forma que o autor escreve faz com que as coisas se encaixem tão perfeitamente e tudo é bastante surpreendente, deixando o leitor sem reação. 

A escrita de Verdon faz jus ao que está escrito no verso do livro: Os personagens parecem se materializar na sua frente. E foi exatamente isto que senti ao ler, me senti próximo de cada personagem. Gostei de todos, mas ao mesmo tempo fiquei com um pé atrás, afinal, em um romance policial, todos são suspeitos até que se descubra quem é verdadeiramente o assassino.

Por fim, a leitura está totalmente recomendada. Segue um padrão ótimo de suspense, que te faz pensar em quem e por quê está causando tudo isto, e com maestria John Verdon explica e surpreende com o final. Não escondo o quanto estou empolgado para ler mais livros do autor.

25/08/2012

Resposta Certa - David Nicholls

Resposta Certa
David Nicholls
Editora Intrínseca
352 páginas

O ano é 1985. Brian Jackson, com uma bolsa de estudos e ótimas notas, acaba de entrar para a universidade. E parece que finalmente conseguirá realizar um antigo sonho: aparecer em um popular programa de perguntas e respostas na televisão, no qual poderá demonstrar todo o seu repertório de cultura geral. Após entrar para a equipe da faculdade e passar pela fase classificatória, Brian se prepara para seu primeiro embate televisivo, ao mesmo tempo em que se vê apaixonado por uma de suas colegas de time: a linda, inteligente e assustadoramente elegante Alice Harbinson. 

Quando Alice se recusa a ceder aos encantos ligeiramente ansiosos de Brian, ele arma um plano infalível para conquistar o coração de sua amada de uma vez por todas. Vai ganhar o jogo. A qualquer custo. Afinal, todos sabem que o que uma mulher realmente procura em um homem é uma vasta gama de conhecimentos gerais...  

Vi muitas resenhas negativas sobre este livro na blogosfera, mas ao contrário, eu o amei, e posso até afirmar que foi uma das minhas leituras favoritas deste ano.

Muitas foram as expectativas para este por conta de Um Dia, é claro, o enredo é bem diferente, mas a construção dos personagens, o ar dos anos 80, as situações, os sentimentos e a escrita de Nicholls continuam a mesma e nos fazem perceber porque gostamos tanto deste autor.

No começo da leitura o autor já nos apresenta ao modelo que seguirá: começos de capítulos com uma pergunta e resposta que terão algum sentido no decorrer do capítulo. E isso foi bem inteligente, pois fiquei pensando por algum tempo o que poderia acontecer nas páginas seguintes apenas pelas respostas das perguntas. 

Tive uma relação de gostar e odiar os personagens. Brian é legal, mas tem atitudes insanas. Alice é mimada e não se decide em nada e tem a Rebecca, que me ganhou por seu estilo solto, de não se importar com nada e apenas viver a vida. Todos os personagens são bem construídos e tem características marcantes, e por mais que eles pareçam irritantes, não estragam em nada a leitura.

David tem uma maneira de escrever que faz com que voltemos aos anos 80. Por mais que eu não tenha sentido nenhuma influência em relação a isso, parece que estamos vivenciando cada cena em nossa frente. Ele conseguiu criar um enredo que não depende de um ponto principal, apenas aconteçe, como a vida, é cheia de surpresas. Sua narrativa prende de tal forma e as surpresas são tão incríveis que existem pontos do livro que te fazem ler, ler e ler sem parar e fiquei feliz pelo livro ter terminado exatamente como eu gostaria que terminasse.

No final, nos divertimos muito com o livro e temos certeza que David criou mais uma obra grandiosa. Resposta Certa garante uma enxurrada de emoções e reações e deixa o leitor sem palavras para descrever o quanto o mesmo é ótimo.

21/08/2012

Riot está de cara nova!

É isso mesmo, o Riot está totalmente novo. E isso tudo para agradar vocês leitores. Sintam-se a vontade para opiniar sobre a nova cara do blog. Gostaram? Não gostaram? São vocês quem mandam.

A ideia de mudar o layout veio do nada, aliás, já fazia algum tempo que tinha essa vontade, mas foi apenas hoje que ela se tornou tão forte que me obrigou a ficar horas quebrando a cabeça para conseguir editar tudo e deixar assim como vocês o vêem. É claro que algumas mudanças ainda serão feitas, mas vamos com calma, e caso haja algum problema, o antigo layout voltará. Aliás, que tristeza tirá-lo, gostava tanto daquele azul, mas vamos combinar que era bem simples e já estava na hora de uma mudança.

Com esse novo layout espero que as coisas mudem e o Riot cresça cada vez mais.

18/08/2012

O Outro Livro - Philip Womack

O Outro Livro
Philip Womack
Editora Farol
280 páginas

Segredos foram perdidos, objetos foram escondidos, maldições foram lançadas e sementes foram plantadas. Entre as fronteiras de dois mundos, coisas que nunca deveriam estar lá se sentaram na escuridão para esperar.Há mais de trezentos anos um livro está enterrado nas profundezas do Solas Oldstone. Ali ele jaz envolto numa sombria maldição, até que, um dia, a terra se abre e o livro é revelado novamente.

Enquanto começa a passar as páginas de um antigo livro, Edward Pollock, um garoto de doze anos, se vê puxado para um lugar que é tão pavoroso quanto fascinante.

Um lugar onde as forças das trevas põem em risco toda a beleza. Edward logo percebe que poderes malignos estão em ação. A fronteira entre os vivos e os mortos está se apagando e o mundo do além nos ameaça com grande pavor e destruição...

Eu estava lendo um outro livro, mas quando encontrei este na biblioteca foi amor à primeira vista, não resisti, larguei tudo e começei a lê-lo.

A sinopse me encantou demais porque eu sempre fui apaixonado por esta coisa de luta entre o bem e o mal, criaturas estranhas e principalmente livros com poderes estranhos. O livro é infanto-juvenil, mas é bem interessante, tem uma história envolvente e personagens criativos. A fonte e a diagramação são ótimas e fazem com que a leitura flua rapidamente. 

A narrativa de Philip é rápida e repleta de momentos com tensão e aventura, o que provavelmente vai agradar os fãs deste estilo. O autor ainda consegue surpreender o leitor com reviravoltas e surpresas grandiosas, capaz de deixar qualquer um boquiaberto e querendo saber mais, e Womack não deixa nada vago, sempre explica o por quê de cada situação.

Por mais que a sinopse seja atrante ela deixa a desejar. Você começa a ler o livro com uma ideia, mas logo ela muda, porque você percebe que as coisas não são exatamente assim como estão explicitadas na sinopse e a história toma outro rumo. É claro, isso não me perturbou e com certeza não perturbará ninguém, o novo rumo da trama é bem interessante.

O Outro Livro é aquele tipo de livro que você lê para passar o tempo, mas acaba percebendo que é realmente bom. Com situações de tirar o fôlego, mistérios surpreendentes, aventuras, perigos e algumas risadas, este livro é realmente incrível e é impossível não se apaixonar pela narrativa de Philip Womack. Totalmente recomendado.

17/08/2012

Filme #16 - Lola

Se você me conhece, com certeza sabe que eu amei este filme. Por quê? Olhe a garota da foto.

Lola (Miley Cyrus) vive em um mundo cada vez mais conectado pelas redes sociais. Em meio aos romances e amizades de colégio, ela enfrenta dificuldades em manter uma relação saudável com sua própria mãe, Anne (Demi Moore).

Eu decidi assistir esse filme simplesmente porque Miley estaria nele, e vocês me conhecem né? Sou um grande fã dela. 

Lola é o nome brasileiro para o filme LOL: Laughing Out Loud, que na verdade é um remake do filme francês de mesmo título. Não assisti a versão francesa, portanto não comentarei.

O filme é realmente muito bom. É uma comédia-romântica, mas também fala sobre relação entre pais e filhos. As risadas estão garatidas, mas a emoção não fica de fora.

Lola foi muito bem interpretada por Miley (óbvio né?), ela gravou este filme em uma época que estava mostrando  ao mundo que cresceu, e essa foi uma boa prova. Na trama, Lola está passando por problemas típicos de sua idade: a díficil relação com a mãe, o primeiro amor e as amizades. E Cyrus soube muito bem passar tudo isso. Já Demi Moore, senti que ela foi um pouco fraca em sua atuação.

O filme não segue uma história, apenas acontece. É como se estivéssemos acompanhando a vida de Lola e vendo tudo o que acontece com ela. Por conta disso os acontecimentos passam rápido e em poucas vezes são mal explicados. Nada que interfira na diversão do mesmo.

O fato é que os fãs vão se sentir encantados ao ver Miley na tela. Ela está maravilhosa e é realmente empolgante ver sua cantora favorita fazendo algo diferente, como por exemplo: atuando. Fiquei babando em seus sorrisos, caretas e como ela agia em cada situação e dei muitas risadas.

A srta. Cyrus não colaborou para a trilha-sonora (chora), mas temos ótimas músicas que nos fazem conectar ainda mais com o filme, inclusive  temos uma regravação da música tema da versão original. 

Não se sabe se o sucesso da produção será tão alto, mas uma coisa posso declarar: a sensação que esse filme nos passa é ótima, pois é uma comédia-romântica leve e gostosa de assistir, principalmente com a família em um dia chuvoso. 

14/08/2012

Filme #15 - Valente

Valente é o mais novo filme da Disney/PIXAR e diferente dos antigos apresenta uma garota como protagonista. 

Merida é uma princesa diferente. Ela não é toda delicada e nem está interessada em príncipes, a garota quer apenas viver aventuras. Mas sua vida não é de toda perfeita por conta de sua mãe que deseja que a mesma siga os padrões de uma moça delicada. Em um momento de raiva, Merida deseja que sua mãe seja mudada, mas nada acontece como ela imaginava e agora a garota embarcará em uma aventura para tentar resolver tudo.

Sendo um filme da Disney/PIXAR nós imaginamos que vamos encontrar uma big produção digna de uma bilheteria estrondosa. É fato que temos um visual, com cenários e um 3D incrível, uma animação sensacional, mas parece que a Disney interferindo nos projetos da PIXAR tem feito a audiência e a qualidade cair um pouco.

Começaremos falando sobre o filme ser clichê: Eu não posso falar o porquê disto acontecer, afinal, estarei dando spoilers. Mas a situação que Merida enfrenta já foi enfrentada por muitos outros personagens por aí. Já a duração deixa a desejar comparado a produções como Toy Story, Os Incríveis, Wall-e e Procurando Nemo, que tiveram uma duração aceitável com um desenrolar bem produzido. Valente peca ao ser um filme que passa tão rápido e tem uma conclusão tão óbvia.

Mas a PIXAR acerta ao mostrar ousadia colocando pela primeira vez uma garota como personagem principal em um de seus filmes.  Merida é uma personagem forte e corajosa, bem diferente do que se vê em algumas outras produções onde garotas são delicadas e femininas. Outros personagens como o pai e os irmãos da principal são motivos de boas risadas no cinema.

Afinal, outro ponto positivo do filme é que ele é bem engraçado e passa uma lição linda sobre coragem e família. O que faz com que os pontos negativos sejam esquecidos por alguns segundos.

Valente tem recebido bastante críticas negativas e a capacidade da Pixar de fazer aqueles filmes que marcaram nossa infâcia, e posteriormente nossas vidas, tem sido questionada. Mas vale a pena gastar um tempinho assistindo a nova produção do estúdio, que promete risadas e lágrimas. Ah, e outro ponto ótimo é a apresentação de um novo curta da Pixar. Esse sim mostra realmente as "raízes" do estúdio. 

08/08/2012

Filme #14 - Katy Perry: Part Of Me 3D

O filme 3D "Katy Perry: Part of Me" é um passaporte para os bastidores, um lugar na primeira fila, um olhar íntimo do diário honesto, louco, divertido, glamouroso, inspirador, mágico e apaixonado de Katy Perry.

Em um documentário voltado aos fãs, a cantora vem para mostrar sua paixão pela música como uma parte dela. Inclui imagens de concertos, além de mostrar a história real da cantora desde seu começo até se tornar uma sensação global.

Katy Perry. Este é um nome muito conhecido não é mesmo?! Gostando ou não, você com certeza já deve ter ouvido algumas partes de California Gurls, I Kissed A Girl, Firework e Hot 'n Cold. 

Part Of Me (título de mais uma de suas canções que chegou ao topo das paradas musicais) é um documentário onde somos apresentados não à Katy Perry, a cantora de sucesso, mas sim à Katheryn Elizabeth Hudson. Vemos a sua relação com a família, a luta pela fama, o casamento conturbado e principalmente o cuidado e amor pelos fãs. 

Somos apresentados à maravilhosa história desta garota que estourou na mídia com o lançamento de I Kissed A Girl, e quebrou recordes ao ter cinco singles de um mesmo álbum em primeiro lugar nas paradas. Vemos Katy em festas antes da fama, compartilhamos vídeos caseiros que ela fazia em forma de diário e damos risadas com sua empolgação ao ouvir seu primeiro single ser tocado em uma rádio.

Mesmo quem não é fã vale a pena assistir, afinal, não estamos falando de uma cantora famosa, mas sim de uma mulher forte, batalhadora, engraçada, simpática e humilde. Atráves deste documentário conhecemos muito bem o lado de Katy e se você tinha algum conceito prévio sobre ela sairá do cinema boquiaberto e querendo ouvir suas músicas.

O diferencial de Perry é que ela pertence ao mundo pop e nem por isso usa roupas curtas, canta letras vulgares e é ignorante. Ela é uma mulher adulta que acredita em contos de fada e é hilária, sério, você dará muitas risadas em algumas partes do filme.

Todo o conteúdo do filme é incrível. Desde as cenas da vida íntima da cantora até a cenas de seu maravilhoso e bem produzido show. O 3D é totalmente de tirar o fôlego. E preciso dizer sobre a trilha sonora? Recheado de canções de seu álbum mais famoso: Teenage Dream.

Se você é fã ou não, compre seu ingresso e assista a esse documentário incrível. Conheça uma Katy que você nunca conheceu. Você com certeza irá se surpreender, emocionar, sorrir e se divertir muito. Katy Perry: Part Of Me 3D é sem dúvida alguma INCRÍVEL!

06/08/2012

As Crônicas de Spiderwick: A Ira de Mulgarath - Tony DiTerlizzi & Holly Black

As Crônicas de Spiderwick: A Ira de Mulgarath
Tony DiTerlizzi & Holly Black
Editora Rocco
160 páginas


Em "A Ira de Mulgarath", a missão das crianças é vencer o exército de goblins do maldoso Mulgarath, um ogro falso e cruel. As estranhas e nojentas criaturas de seu exército viraram a casa da família de cabeça para baixo e capturaram sua mãe. E o pior: Mulgarath roubou o livro mágico de Arthur Spiderwick e deseja tornar-se o mestre do mundo. Com a ajuda do gnomo Tibério, do desajeitado Gritalhão e outros seres encantados que povoam a história, conseguirão Jared, Simon e Mallory triunfar sobre as forças do mal e fazer com que o precioso guia de campo seja usado para o bem de todos?  

Depois de um ano (literalmente), eu terminei de ler esta  série. E o final foi totalmente incrível. 

Acho que depois de muito tempo, eu adquiri um certo gosto por livros diferentes e um pouco mais adultos, por conta disso achei esse livro  bem pequeno e "bobinho". As coisas acontecem bem rápido e de uma maneira muito simples e fácil e a conclusão não é lá bem complexa. É claro, estamos falando de um livro infantil, mas mesmo assim poderia ter um final mais completo.

Mas mesmo assim é impossível não se encantar com o mundo que os autores criaram. Além de uma escrita leve, temos ilustrações magníficas que ajudam na hora de imaginar as cenas. 

Por ser infantil a leitura é bem rápida, já que as descrições são simples e com uma letra grande. A quantidade de ilustrações também ajudam que a leitura seja rápida e você acaba lendo em um dia. 

Como eu disse em resenhas dos livros anteriores da série, o filme que foi adaptado para cinema resume os 5 livros e traz uma história incrível, mas mesmo fazendo uma adaptação fiel dos dois primeiros livros, os seguintes ganharam apenas um pequeno espaço no filme. Uma adaptação que não foi tão fiel, mas ficou muito boa e dá para dar um desconto se houve infidelidade.  

Os autores criaram um universo único, diferente de tudo que já foi feito. Uma história que tem um caráter único e pode encantar crianças durante geração. A série vale a pena ser lida e é ótima para poder esquecer um pouco esse mundo adulto e voltar a infância. Leiam e assistam ao filme, vale a pena.

02/08/2012

Deslembrança - Cat Patrick

Deslembrança
Cat Patrick
Editora Intrínseca
250 páginas

Toda noite, quando London Lane recosta a cabeça no travesseiro e dorme, cada mínimo detalhe do dia que viveu desaparece de sua memória. Pela manhã, restam-lhe apenas lembranças do futuro: pessoas e acontecimentos que ainda estão por vir. Para conseguir manter uma rotina minimamente normal, London escreve bilhetes para si própria e recorre à sempre fiel melhor amiga. Já acostumada a tudo isso, ela tenta encarar a perda de memória mais como uma fatalidade que como uma limitação. Mas, quando imagens perturbadoras começam a surgir em suas lembranças e London precisa, de algum modo, escapar delas, fica claro que para entender o presente e o futuro ela terá que decifrar o que ficou esquecido no passado.

Eu realmente estava sentindo que estava perdendo meus hábitos de leitura, mas Deslembrança foi realmente uma cura. O livro é tão incrível que eu com certeza o consideraria como um dos melhores deste ano.

Deslembrança tem um estilo "High School", ou seja, a narrativa é sobre as situações de uma garota que está no ensino médio e precisa lidar com problemas na escola, com sua amiga, com o primeiro amor e, é claro, com sua mãe. Isso parece um pouco clichê se não comentarmos que a protagonista, London, não lembra nada do passado, mas sim do futuro, e precisa sempre anotar suas lembranças em bilhetes para que não fique perdida no dia seguinte.  As coisas ficam melhores e cheia de mistérios, quando ela começa a ter visões de um enterro e começa a se perguntar quem estaria prestes a morrer, e no decorrer da história vamos descobrindo cada vez mais coisas surpreendentes que te fazem ficar totalmente grudado no livro.

E é exatamente esta questão do mistério que faz este livro ser incrível. Ele poderia ser apenas mais um YA (Young Adult), mas a maneira como a autora nos enxe de perguntas e ao mesmo tempo responde, é o que nos faz apreciar esta história incrível que ela escreveu. Sem contar que a diagramação feita pela editora e os capítulos curtos nos fazem não querer largar o livro antes do final.

No começo eu não gostei muito de London, ela me pareceu igual a todas as protagonistas de YA: inseguras e revoltadas. Mas com o tempo ela se mostrou uma garota legal e normal. O mesmo com os outros protagonistas e o romance: não são chatos ou com características fortes, apenas normais. 

Deslembrança era tudo o que eu precisava de ler no momento. É jovem, leve, misterioso e impossível de largar antes do final. É o tipo de livro que eu adoro. Tem um final muito bem construído, mas não deixa de dar aquele gostinho de quero mais. Afinal, Cat Patrick criou personagens incríveis em uma história de tirar o fôlego.

E uma dica: Leiam os agradecimentos da autora, você com certeza se apaixonará ainda mais por ela.
 
Minima Color Base por Layous Ceu Azul & Blogger Team