05/12/2012

Filme #19 - A Saga Crepúsculo: Amanhecer - Parte 2

A Saga Crepúsculo: Amanhecer - Parte 2
Duração: 116 minutos
Gênero: Fantasia, Romance
Com: Robert Pattison, Taylor Lautner e Kristen Stewart
Direção: Bill Condon
Ano: 2012

Depois de um final de deixar qualquer um ansioso pela continuação em A Saga Crepúsculo: Amanhecer - Parte 1, nesta continuação do final épico, Bella se tornou uma vampira e terá que lidar com a sede e com seu pai que não sabe se quer da transformação da filha. Em meio a tudo isso ela terá um problema maior: Os Volturi acreditam que sua filha, Renesmee, é uma ameaça para os vampiros e para a sociedade e estão dispostos a eliminá-la. Agora Bella terá que se juntar a seu esposo Edward, seu amigo Jacob e todos os amigos dos Cullen para tentar provar que a criança não é uma ameaça. Isso de uma forma pacífica ou lutar até a morte.

E então a saga que eu acompanho desde 2008 chega ao fim. Crepúsculo foi o primeiro livro que eu li por vontade própria e sem ele esse blog não existiria. Nos primeiros anos esta saga era a minha vida, mas logo percebi que não era tudo isso e começei a ver os "problemas" que ela apresentava, percebendo que Harry Potter e Jogos Vorazes eram bem melhores, mas mesmo assim não parei de gostar, afinal se você parar um pouco e assistir com a mente aberta perceberá que existe uma história com romance, amizade, ação e mistérios e foi isso que mais me encantou.

O diretor quis de todas as maneiras fazer um bom filme para os fãs e já no início temos uma introdução que emociona. Além de mostrar os nomes dos atores e atrizes em meio a locações onde ocorreram os primeiros filmes, a trilha-sonora é totalmente tocante, uma mistura de Bella's Lullaby com ação. E isso já é uma prévia do que podemos esperar do filme.

Neste último capítulo da série, Bella se mostrou muito mais madura e decisiva e podemos ter certeza que Kristen Stewart nasceu para ser Bella Swan. Para quem leu os livros pode perceber que a atriz consegue trazer todas as características da personagem para a tela. A garota bobinha cresceu e está muito bonita. Sim, Kristen deu um show de beleza. A frase que a personagem diz: "Eu nasci para ser uma vampira" fica muito clara durante todo o filme. Edward continua sendo um personagem engimático que não tem nada demais e Jacob evoluiu, se tornando mais engraçado e menos problemático tentando mostrar seu amor para Bella, afinal agora ele tem outros motivos para amar outra pessoa.

O maior problema deste filme, o que com certeza vocês já devem ter visto em várias críticas é: Renesmee e a computação gráfica. Seria muito melhor se a versão bebê e adulta da garota fosse feita com outras pessoas do que por computação gráfica. A criança é totalmente feia, assustadora e sério: QUEM DEIXOU O DIRETOR FAZER AQUILO? Mas... não vamos atentar a isso e focar mais no filme.

O legal deste último capítulo da saga foi ver muito mais os Volturi e vampiros de outros lugares do mundo. Ok, vampiros X-Men, já que Stephenie criou vampiros que podem controlar os quatro elementos e principalmente dar choque, tipo? Mas sabe, acho isso legal, adoro ver "mutantes".

A história é bem rápida e ficar sentado na cadeira do cinema nem é tão desconfortante. São quase 2 horas, mas tudo passa muito rápido. Afinal, o que acontece neste filme? Bella sendo vampira e os Cullen em busca de outros vampiros para testemunar a seu favor e então... a melhor parte.

Eu gostaria muito de falar sobre essa parte, mas quem já assistiu sabe o quanto ela é SPOILER! Sim, contar essa parte é como dar o MAIOR SPOILER DO MUNDO! é essa parte que faz o filme ficar bom, essa parte que te deixa sem fôlego, que te deixa trêmulo, boquiaberto e que te faz ficar revoltado (ou no meu caso feliz?), essa era a grande surpresa e QUE SURPRESA! É nessa parte que até mesmo quem odeia a saga se gruda na cadeira e fica torcendo, batendo palmas e gritando. Essa parte é... bem... vocês terão que assistir ao filme e descobrir por vocês mesmos.

O final é totalmente dedicado aos fãs, com cenas que relembram os últimos quatro filmes e apresentam os nomes dos atores e atrizes e seus respectivos personagens durante toda a saga. Tudo isso ao som de: A Thousand Year da Christina Perri. O final? Simplesmente incrível!

Vale muito a pena assistir e essa saga sendo querida por uns e criticados por outros, teve seu destaque, mas toda saga tem o seu fim. Sendo fã ou não, você com certeza não discordará: É o melhor filme da saga.

2 comentários:

Agatha disse...

adoro essa saga e amei o filme,é simplesmente incrível!!!

Lucas Carvalho disse...

Sem dúvidas é o melhor filme da saga mesmo. Apesar de alguns efeitos pra lá de ruim, conseguiu colocar destaque entre os outros. Posso dizer que seguiu fielmente o livro. E ainda acrescentou um pequeno "detalhe" que aposto que deixou ou vai deixar qualquer um arrebatado, assi como eu fiquei.

Um final digno

 
Minima Color Base por Layous Ceu Azul & Blogger Team