31/12/2014

Li em 2014



2014 foi um ano repleto de boas leituras, mas também muitos abandonos e pressões por conta de uma grande pilha que ficou acumulada desde o ano passado. É, blogueiro, vocês sabem né, sempre compra mais do que pode ler (risos). Mas apesar de tudo, esse ano eu me controlei bastante e não comprei muito. Resolvi gastar o dinheiro com coisas diferentes para não cair na rotina de sempre gastar com livros.

Neste ano não li tanto quanto queria, mas em suma deu uma quantidade boa. A falta de tempo, correria, um pouco de preguiça e muitas séries também contribuíram com isso. Inclusive com o meu sumiço do blog (o que será reparado em 2015). De qualquer forma, estou feliz com o resultado final.

Em 2015 vou mudar! Nada de arriscar a ler o que eu não conheço ou o que no fundo eu sei que não vou gostar. Vou voltar na adolescência quando só lia fantasia e infanto-juvenil. Isso me faz bem, me faz realmente amar a leitura e me deixa empolgado. Nada de leitura arrastada. Serei muito mais criterioso nas escolhas de livros.

Sem mais demora, fiquem com a lista de livros!

Janeiro

1. Lua Vermelha - Benjamin Percy
2. A Corte do Ar - Stephen Hunt
3. Quando Eu era Joe - Keren David
4. Riquezas Ocultas - Nora Roberts
5. Sociedade dos Meninos Gênios - Lev AC Rosen
6. Tormento - John Boyne

Fevereiro

7. Gone Girl - Gillian Flyn
8. Mago: Mestre - Raymond E. Feist
9. O Oceano no Fim do Caminho - Neil Gaiman
10. Doctor Who: Shada - Gareth Roberts

Março

11. As Aventuras do Caça-Feitiço: O Aprendiz - Joseph Delaney
12. O Ladrão do Tempo - John Boyne
13. The Hunger Games - Suzanne Collins

Abril

14. A Queda dos Cinco - Pittacus Lore
15. O Motivo - Patrick Ness

Maio

16. Gregor e a Profecia de Sangue - Suzanne Collins
17. Liberte-se das Paixões deste Mundo - Steve Gallagher
18. Gone: O Mundo Termina Aqui - Michael Grant
19. Maldosas - Sara Shepard

Junho

20. A Caçada - Andrew Fukuda
21. A 5ª Onda - Rick Yancey
22. Pequeno Irmão - Cory Doctorow
23. Extras - Scott Westerfeld
24. Sangue na Neve - Lisa Gardner
25. Cidade das Cinzas - Cassandra Clare

Julho

26. Dezessete Luas - Kami Garcia e Margaret Stohl
27. O Chamado do Cuco - Robert Galbraith (J. K. Rowling)
28. Os Três - Sarah Lotz
29. Catching Fire - Suzanne Collins

Agosto

30. A Promessa do Tigre - Colleen Houck
31. Insígnia: A Arma Secreta - S. J. Kincaid

Setembro

32. O Doador de Memórias - Lois Lowry
33. A Promessa do Tigre - Colleen Houck
34. Noturno - Guilhermo Del Toro e Chuck Hogan

Outubro

35. Cidade de Vidro - Cassandra Clare
36. Mockingjay - Suzanne Collins
37. Reconstruindo Amelia - Kimberly McCreight

Novembro

38. Harry Potter e o Cálice de Fogo - J.K.Rowling

Dezembro

39. Assassinato no Expresso do Oriente - Agatha Christie
40. A Escolhida - Lois Lowry
41. A Queda - Guilhermo Del Toro e Chuck Hogan
42. A Vingança dos Sete - Pittacus Lore
43. Endgame: O Chamado - James Frey e Nils Johnson-Shelton

09/12/2014

[Resenha] Assassinato no Expresso do Oriente - Agatha Christie

Assassinato no Expresso do Oriente
Agatha Christie
Tradução por Archibaldo Figueira
Editora Nova Fronteira
200 páginas

Agatha Christie é a Rainha do Crime e seu personagem mais famoso, Hercule Poirot, não fica muito atrás de Sherlock Holmes. A fama da autora sempre me despertou uma vontade de ler alguma obra da mesma e poder entender o porquê de tanto sucesso. 

Eis que a Editora Nova Fronteira relançou vários títulos de Christie com novas (e belíssimas) capas em formato hardcover. O preço dos volumes não eram tão caros e isso me levou a comprar pelo menos um para conhecer a escrita da autora. Optei por Assassinato no Expresso do Oriente, pois é um dos mais comentados de Agatha.

A história narra mais um caso de Hercule Poirot, que precisa pegar um trem as pressas para Londres e acaba se deparando com um crime: um passageiro com muitos inimigos foi assassinado. Sem ter muitas opções, já que a viagem seria demorada por conta de uma nevasca, Poirot resolve investigar o caso e começa uma busca por pistas e entrevistas que o levarão à uma revelação surpreendente para o caso.

A narrativa de Agatha é extremamente ágil e simples. É possível ler as 200 páginas em uma sentada e sem ver o tempo. A autora não faz muitas descrições ou explica fatos alheios, ela é bem direta e do começo ao fim já apresenta as pistas, evidências e os depoimentos. Com Agatha, não há perda de tempo. Isso faz com que os capítulos sejam curtos, porém interessantes e repleto de informações que vão se ligando e nos deixando cada vez mais curiosos para descobrir o desfecho.

Hercule Poirot me agradou de início. Talvez seja por seu gênio forte que lembra Holmes. Mas entre comparações entre os dois detetives devo dizer que Poirot é muito mais simpático e agradável que seu concorrente. 

Confesso que me decepcionei um pouco com o final. Esperava algo mais surpreendente e inesperado, mas o desfecho foi exatamente o que eu tinha desconfiado. Entretanto, a leitura valeu a pena. Agatha me encantou com sua escrita simples, mas empolgante, daquelas que realmente prende o leitor e não solta até que ele descubra o final. Sem dúvida quero ler mais da autora. A propósito, corram para garantir essa nova edição que está lindíssima. 
 
Minima Color Base por Layous Ceu Azul & Blogger Team